Confira aqui 7 formas de como se livrar de dívidas bancárias

Confira aqui 7 formas de como se livrar de dívidas bancárias

dividas bancárias

Quem nunca adquiriu uma dívida e teve dificuldades para conseguir quitá-la? Isso é bastante comum nos dias atuais, diante da grande diversidade de produtos à venda e de tantas opções para pagamento. Por esse motivo, as pessoas acabam comprando além do que deveriam e não sabem como pagar. Assim, as dívidas começam a atrapalhar a renda mensal e o CPF pode sofrer restrições. É aí que muitos ficam em dúvida sobre como se livrar de dívidas bancárias.

A verdade é que o orçamento apertado faz com que seja mais difícil redirecionar as suas despesas. Dessa forma, para conseguir uma folga maior no seu orçamento, a primeira coisa a ser feita é se organizar. Muitas pessoas endividam-se além de seu poder de compra devido ao desemprego e até mesmo pela falta de controle e planejamento do orçamento.

Mas não se preocupe! Neste post daremos algumas dicas para se livrar das dívidas bancárias, ou pelo menos para amenizá-las. Confira!

1. Faça uma renegociação

Realize o seu orçamento e faça uma previsão de quanto consegue destinar por mês somente para o pagamento de suas dívidas. Caso assuma um novo compromisso, deve honrá-lo. Se você fizer uma renegociação e não pagar, estará fechando uma porta, visto que a organização dificilmente fará uma novo acordo e, caso faça, não oferecerá condições muito atraentes.

Se seu nome estiver negativado e você não tiver condições de cumprir seus compromissos, talvez seja o caso de declarar moratória. Lembre-se de informar a seus credores, por e-mail ou carta, que está temporariamente sem condições de pagar suas dívidas.

2. Priorize o pagamento de dívidas com maiores taxas

Geralmente, as dívidas que têm as menores parcelas têm as maiores taxas. Por esse motivo, faça as contas e tente quitar a dívida de uma só vez ou então renegocie o número de parcelas. Lembre-se que, quando você for pagar a dívida em uma única vez, o valor a pagar não será simplesmente a soma das parcelas restantes.

Isso ocorre porque no valor das parcelas estarão incluídos os juros de todo o período contratado e, caso você faça uma quitação antecipada, serão cobrados juros proporcionais. Você deve ligar para a organização credora e pedir o valor para pagamento à vista. As empresas têm obrigação legal de fornecer esse tipo de informação e muitas geralmente oferecem desconto para a quitação à vista.

3. Reveja seus hábitos

É essencial reorganizar o orçamento e, sem dúvidas, rever seus hábitos faz parte desse processo. Uma dica é entrar em contato com a operadora de internet e de telefonia e solicitar um desconto ou diminuição dos valores. Não precisa ter vergonha de renegociar. Repense costumes como luz acesa sem ninguém no cômodo, conta de água e luz com alto valor, banhos demorados, televisão ligada sem ninguém assistindo etc.

Escolha sempre frutas e verduras em vez de alimentos processados. Faz muito bem para sua saúde e também para a do seu bolso. Reveja também as opções de lazer. Prefira pegar uma carona ou utilizar o transporte público.

4. Corte gastos supérfluos

Infelizmente, fica difícil realizar sonhos maiores enquanto você está endividado. Logo, por um tempo será preciso apertar o cinto e cortar alguns gastos. É importante lembrar de pequenas economias, como:

  • juntar as roupas para usar a máquina de lavar por menos vezes, na capacidade máxima;
  • colocar o chuveiro na posição verão no período de calor;
  • apagar a luz de um cômodo quando sair.

As necessidades de cada família e o estilo de vida vão indicar quais custos podem ser eliminados. Mas não se esqueça de que para sair das dívidas você terá que se esforçar.

5. Tente encontrar uma forma de adquirir renda extra

Geralmente, só eliminar gastos não resolve, e pode acontecer de mesmo cortando todos os gastos possíveis ainda faltar dinheiro para pagar as dívidas. Umas das formas mais utilizadas de se livrar de dívidas bancárias é adquirir uma renda extra. Caso você esteja com esse problema, o caminho pode ser encontrar uma nova fonte de renda. Pode ser desde realizar bicos nas horas vagas até trabalhar com vendas.

Você pode vender itens que não utiliza mais ou criar produtos, fabricar doces, bolos, artesanatos e vender para familiares, amigos, conhecidos ou pela internet. Tente descobrir algum trabalho que você seja capaz de executar e comece já a empreender.

Essa é uma ótima alternativa para quem tem um trabalho fixo, mas precisa de uma renda extra, ou até mesmo para quem está desempregado e sem saber como quitar suas dívidas de forma mais rápida. É possível obter uma renda extra com atividades como:

  • vender cosméticos;
  • escrever trabalhos de faculdade;
  • oferecer serviços domésticos;
  • vender salgadinhos ou doces;
  • ser freelancer na internet.

6. Organize seu orçamento

Uma dica essencial para sair do vermelho e acabar com as dívidas é organizar o seu orçamento. Você pode utilizar uma planilha, um aplicativo no seu smartphone ou um caderno de anotações. É essencial que tome nota de toda a renda que adquirir ao longo do mês e também de todos os gastos.

O que você recebe pode ser salário, aposentadoria, bônus, dinheiro de bicos etc. E os gastos devem ser detalhados, para que consiga eliminar o que é supérfluo.

7. Pegue um empréstimo com garantia

O principal elemento que possibilita que o empréstimo com garantia se torne uma ótima alternativa para o consumidor é a chamada alienação fiduciária. Por meio dela, o cliente que tem um automóvel, imóvel ou qualquer outro ativo que se encaixe como garantia pode oferecê-lo nesse processo.

Funciona da seguinte forma: o bem do indivíduo que deseja solicitar o crédito fica alienado ao banco ou à instituição financeira que vai disponibilizar o dinheiro. Isso assegura a redução do risco da não quitação do empréstimo e, dessa forma, promove a diminuição dos juros e o aumento do prazo de pagamento.

Com essas dicas fica muito mais fácil descobrir como se livrar de dívidas bancárias. Lembre-se de anotar todos os seus gastos e planejar bem para conseguir poupar algum dinheiro. Dessa forma, aos poucos  é possível conquistar uma vida financeira mais tranquila.

Curtiu? Então aproveite para ler também o artigo sobre como escolher o melhor empréstimo para pessoa jurídica e saiba mais sobre o assunto!

Deixe um comentário

Leia também:

  • Fazendo empréstimo com o CPF negativado

    No Brasil, quatro em cada 10 pessoas possuem dívidas. Isso significa que milhões de pessoas estão inadimplentes e precisando de uma ajuda para recuperar sua saúde financeira. O grande problema é que, pelas restrições no CPF, muitas pessoas acabam não conseguindo fazer um empréstimo por estarem negativadas. Mas, então, é possível fazer um empréstimo mesmo

    20 de fevereiro de 2023
  • É possível fazer um empréstimo para negativado?

    Estar com o nome sujo é uma situação que ninguém quer. Porém, infelizmente, existem muitos brasileiros nessa condição. Para se ter uma ideia, de acordo com o SPC e a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), há cerca de 60,2 milhões de consumidores em situação de nome sujo. Além do constrangimento, estar nesse cenário é

    25 de março de 2019
  • Empréstimo Saque Aniversário FGTS: 6 dúvidas frequentes

    Sumário https://www.youtube.com/watch?v=F7nSlYmt1Gc Muitas pessoas que possuem direito ao FGTS não conhecem a modalidade do Empréstimo Saque Aniversário, e com isso, possuem muitas dúvidas ao conhecer essa opção. Pensando em te ajudar, hoje trouxemos algumas informações e dúvidas frequentes, para que você conheça melhor e consiga fazer a solicitação. Acompanhe a seguir! 6 dúvidas comuns sobre

    30 de janeiro de 2023

Precisa quitar suas dívidas?

Descubra nossas soluções pra você

Nossa plataforma conta com as melhores modalidades de crédito para você quitar suas dívidas. Encontre a melhor pra você aqui!