Como funciona a análise de crédito para pessoa física e jurídica?

Como funciona a análise de crédito para pessoa física e jurídica?

análise de crédito

A análise de crédito é um procedimento realizado por bancos e instituições financeiras diante da solicitação de empréstimo, financiamento, abertura de conta, concessão de cartão e compra a prazo, entre outros pedidos que os consumidores costumam fazer.

O objetivo do procedimento é mensurar os riscos envolvidos em cada transação, a fim de ter uma garantia de que o cliente terá reais condições de cumprir com o compromisso financeiro que ele pretende assumir.

O procedimento de avaliação é realizado tanto para pessoas físicas quanto jurídicas e leva em consideração diversos fatores que podem facilitar ou dificultar a aprovação do pedido.

Neste post, vamos falar sobre o tema e mostrar como funciona a análise de crédito para pessoas e empresas. Continue a leitura, acompanhe e se informe!

Como funciona a análise de crédito para pessoa física?

O hábito de comprar a prazo é muito comum no Brasil, sendo, inclusive, usado por muitas empresas como um diferencial para atrair e fidelizar seus clientes. Acontece que, tão importante quanto vender, é receber esses valores de volta, uma vez que uma alta taxa de inadimplência é capaz de comprometer as finanças de qualquer negócio.

Nesse contexto, as empresas utilizam a análise de crédito como uma forma de se prevenir de possíveis prejuízos financeiros decorrentes da falta de pagamento por parte de seus clientes.

Existem ferramentas próprias para esse tipo de serviço, que são disponibilizadas pelas empresas e pelos bancos na hora de mensurar a segurança do negócio gerado. Os critérios para a definição do perfil do consumidor são variados e envolvem, principalmente, os hábitos de pagamentos dele, como pontualidade e ausência de restrições financeiras em seu nome.

Quais são os critérios considerados na análise de crédito para pessoa física?

A análise de crédito para pessoa física pode variar de acordo com a empresa. Porém, de modo geral, o procedimento segue os critérios abaixo.

Documentos de identificação

A empresa solicita documentos de identificação do consumidor como RG, CPF e comprovante de endereço. É importante que sejam apresentadas versões recentes de cada um deles, a fim de facilitar o processo de análise cadastral.

Documentos de comprovação de renda

A empresa credora também pode solicitar documentos que comprovem a capacidade do cliente de quitar as suas dívidas. Sendo assim, são exigidos holerites, contracheques ou outros que assegurem que o consumidor tem renda suficiente para arcar com a dívida que pretende assumir.

Consulta a restrições financeiras no nome do cliente

Quem tem restrições financeiras em seu nome pode ter dificuldade na aprovação de pedidos de crédito, visto que as empresas tendem a ver esse cliente como alguém que tem um alto risco de cair na inadimplência.

Sendo assim, o ideal é manter o pagamento das contas sempre em dia e cuidar para que seu nome não seja negativado. Caso já exista alguma pendência nesse sentido, é preciso resolvê-la o mais rápido possível.

Como funciona a análise de crédito para pessoa jurídica?

Assim como as pessoas físicas, as jurídicas também podem recorrer ao crédito, seja para investir em novos negócios, ampliar a capacidade de produção ou mesmo organizar as finanças. Nesse caso, também existe um procedimento de análise de crédito pelo qual a organização precisa passar para ter seu pedido atendido.

Normalmente, são exigidos documentos de identificação como CNPJ, comprovantes de endereço, balanço anual (três últimos), referências comerciais e bancárias, entre outros. Como os valores concedidos a uma pessoa jurídica tendem a ser maiores, o procedimento pode ser proporcionalmente mais rigoroso; por isso, é fundamental estar com todas as obrigações em ordem.

Quanto mais credibilidade e organização financeira a empresa demonstrar, maiores serão as chances de aprovação do crédito solicitado, assim como as condições e taxas de juro cobradas para o pagamento.

Quais são os benefícios do empréstimo com garantia de imóvel ou veículo?

Quem precisa de crédito rápido e tem imóveis ou veículos em seu nome pode usar esses bens como garantia de que a dívida será paga. Nessa modalidade, os valores são liberados mediante acordo em que, caso ocorra inadimplência, o bem em questão será usado como forma de pagamento.

Como existe maior segurança de pagamento, o empréstimo com garantia também oferece taxas menores de juros e condições melhores de negociação. No entanto, é preciso verificar todas as cláusulas do contrato com atenção e ter certeza de que realmente será possível arcar com o compromisso assumido.

O empréstimo com garantia de imóvel ou veículo também é uma opção vantajosa em caso de substituição de uma dívida que seja muito grande e/ou esteja em atraso, já que as altas taxas de juros podem fazer com que o valor devido aumente significativamente em um período curto.

Nesse caso, é importante você analisar e, caso tenha o crédito aprovado, substituir o valor com potencial de aumento por um novo contrato mais vantajoso. A ideia é quitar todas as dívidas existentes e ficar somente com o novo compromisso, que será capaz de todas as pendências.

Para ter acesso ao empréstimo com garantia, é preciso que o bem esteja no nome do solicitante, seja quitado e tenha toda a documentação em dia. Ele será hipotecado pela instituição concedente do crédito. No entanto, continuará no nome do proprietário e não há necessidade de desocupá-lo, desde que o acordo comercial seja devidamente cumprido.

De toda forma, é vital se atentar para a necessidade de usar o recurso com responsabilidade; caso contrário a consequência pode ser o tão temido endividamento, que tanto prejudica a imagem das pessoas físicas quanto jurídicas no mercado.

Quanto mais credibilidade e organização financeira a empresa demonstrar, maiores serão as chances de aprovação do crédito solicitado, assim como as condições e taxas de juros cobradas para o pagamento.

Agora que você já sabe a importância de ter bons hábitos financeiros para que o resultado de uma análise de crédito seja favorável à realização do seu desejo, pode se organizar e trabalhar para melhorar cada vez mais seu perfil de consumidor ou empreendedor.

Gostou do post? Caso tenha alguma dúvida sobre este tema, entre em contato com a Quero Financiar e um dos nossos consultores terá prazer em ajudá-lo.

Deixe um comentário

Leia também:

  • Aprenda como aumentar o capital de giro da sua empresa

    Por ter tomado a decisão de empreender, você demonstrou a vontade de transformar uma paixão em negócio. Contudo, para que seu empreendimento prospere, é crucial gerir adequadamente os recursos financeiros da empresa. Se o seu objetivo é aprender como aumentar o capital de giro do seu negócio, você está no caminho certo. Manter a saúde

    22 de novembro de 2023
  • Como resolver o atraso no pagamento de fornecedores? Veja aqui!

    Ter bons fornecedores é um dos segredos para se ofertar as melhores mercadorias aos seus clientes. E, para conseguir ter e oferecer sempre bons produtos, um bom relacionamento com os parceiros é fundamental. Empreendedor, você sabia que, para melhorar a gestão do seu empreendimento e alcançar todos os objetivos traçados durante o planejamento empresarial, é

    20 de março de 2023
  • Fazendo empréstimo com o CPF negativado

    No Brasil, quatro em cada 10 pessoas possuem dívidas. Isso significa que milhões de pessoas estão inadimplentes e precisando de uma ajuda para recuperar sua saúde financeira. O grande problema é que, pelas restrições no CPF, muitas pessoas acabam não conseguindo fazer um empréstimo por estarem negativadas. Mas, então, é possível fazer um empréstimo mesmo

    20 de fevereiro de 2023

SOLICITE ONLINE AQUI!

Precisa de um empréstimo?

Os melhores juros você encontra aqui! Solicite sua simulação na Quero Financiar.